Ligue 1 : uma temporada 2017-18 verde-amarela

Posted on Set 1, 2017

Contingente histórico

Não foi só o Neymar quem desembarcou na França nessa janela de transferencias, ao total foram 16 brasileiros. Nunca na historia da Ligue 1 chegaram tantos jogadores de uma mesma nacionalidade. Isso deixa o Brasil como o país estrangeiro mais representado na França 1 com 33 jogadores, deixando para trás o Senegal (com 22 jogadores) que liderava há muitos anos.

Vejam nessa tabela onde estão os jogam os brasileiros (em vermelho aqueles que chegaram nessa janela).

Só nos times grandes

Fora o Nathan, meia emprestado pelo Chelsea ao promovido Amiens, todos os novos brasileiros integram times de peso da Ligue 1.

O Lille foi quem mais contratou brasileiros (e só no Brasil), foram 4 jogadores, 2 do Santos e 2 do São Paulo, mostrando que o Bielsa vinha estudando de perto o futebol brasileiro durante seu ano sabático.

Bordeaux dobrou sua quota de brasileiros, passando de 2 (Pablo saiu para o Corinthians) a 4, com a chegada no último dia da janela do Matheus Pereira, emprestado pela Juventus. Formado no Corinthians, o paulista de 19 anos já tinha sido emprestado ao Empoli na temporada passada. O Cafu, pouco conhecido no Brasil, aproveitou a Champions League para se destacar no Ludogorets da Bulgária (estava no grupo do PSG) e despertava o interesse de vários bons times franceses.

O Lyon fez a única transferencia de jogador brasileiro dentro do mercado francês, o Fernando Marçal estava no Guingamp onde foi eleito 2° melhor lateral esquerdo do campeonato (atras do monstro Mendy).

O Marseille apostou na experiência do Luiz Gustavo e o Nice conseguiu o Marlon emprestado pelo Barcelona nas ultimas horas do mercado.

Saint Etienne, maior campeão francês, não contava com brasileiros há muito tempo e contratou 2 : Hernani (emprestado pelo Zenith) e Gabriel Silva (ex Udinese).

Nantes, outro time de muita tradição e títulos na França, apostou no André Girotto vindo da Chapecoense.

Os 2 melhores clubes de atualidade continuam com o maior numéro de brasileiros no elenco, mas com a chegada de Neymar e Daniel Alves, o PSG passa o Monaco e se torna o time mais samba e joga bonito da Ligue 1 com 5 peças.